sábado, 19 de setembro de 2015

Princípios de evangelização aprendidos no diálogo entre Jesus e a mulher de Samaria.

Síntese do Estudo de nosso culto de oração e estudo bíblico ontem, 18/09/15, na Congregacional do Conforto​.

Tema: Princípios de evangelização aprendidos nos diálogo entre Jesus e a mulher de Samaria.

I. Seja acessível.
   a) Jesus sabia que a mulher não falaria com ele por vergonha e por serem de etnias adversárias, então ele tomou a iniciativa de começar um diálogo.
   b) Ao lhe pedir água Jesus fez com que ela se sentisse importante e útil para ele.
   c) Jesus a fez entender que não temos que herdar o mal que nossos antepassados fizeram ou criaram. Todos temos a liberdade de romper com toda herança maldita e cultivar uma herança bendita.

II. Seja atencioso.
   a) Jesus permaneceu atento a todas as questões que a mulher levantou e, por isso, pôde lhe dar respostas precisas.

III. Seja sensível ao Espírito Santo.
   a) Jesus foi direto ao ponto nevrálgico da vida daquela mulher para tratá-la (seu casamento).
   b) Nós também precisamos estar atentos aos insights do Espírito Santo. Mas não devemos nos esquecer que não somos o Senhor Jesus, portanto seguem algumas observações:
      1.Evite fazer afirmações diretas. Prefira perguntas em que a pessoa possa falar sobre o que sente ou pensa.
      2.Ouça sem julgar.
      3.Proponha uma orientação.

IV. Seja um estudioso da Escritura.
   A) Jesus descortinou a Escritura para a samaritana.
   B) Nossa tarefa é também descortinar a Escritura para as pessoas com quem convivemos.

Conclusão:
Seja acessível às pessoas. Não espere que elas o procurem, tome a iniciativa de ir ao encontro delas para ajudá-las.
Seja atencioso. Empreste seu ouvido com atenção e interesse, pois "quem fala sara, quem cala adoece" e nós somos os instrumentos da cura de Deus. Também busque alguém com quem você possa falar para tratar as suas questões.
Seja sensível ao Espírito Santo. Somente o Deus todo poderoso sabe o que cada um de nós traz dentro de si e somente Ele pode nos orientar sobre como ajudar de maneira efetiva as pessoas em suas questões espirituais.
Por fim, conheça a Bíblia. Como poderemos ajudar alguém espiritualmente se não conhecemos o perfeito manual da espiritualidade cristã?
Soli Deo Gloria.