segunda-feira, 31 de agosto de 2015

A GRANDE COMISSÃO É CUMPRIDA SOB A AUTORIDADE DE JESUS

Introdução
É muito reconfortante quando temos que fazer algo que estamos inseguros e alguém que é uma autoridade em tal assunto nos garante que estará conosco e que podemos usar o seu nome, dizendo que estamos fazendo sob a autorização e supervisão dele.
Foi exatamente isso o que Jesus nos garantiu ao nos fazer essa promessa e nos dar a ordem para a evangelização mundial. Porém, precisamos crer e aceitar, de fato, que Jesus tem essa autoridade.
É exatamente sobre esse assunto que vamos estudar hoje.
Que o Eterno nos abençoe.

tEXTO: Mateus 28.18-20
18. Então, Jesus aproximou-se deles e disse: "Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra.
19. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,
20. ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos".

TEMA
O cumprimento da missão está diretamente ligado à submissão à autoridade de Jesus sobre nós.

sentença interrogativa
Por que o cumprimento da missão depende de estar submisso à autoridade de Jesus?

sentença de transição
Porque somente aqueles que aceitam a autoridade de Jesus realmente se entregam à missão caminhando no evangelho, fazendo discípulos de Jesus e descansando na certeza de que não está só neste serviço.

I – PELA AUTORIDADE DE JESUS OS FIÉIS VÃO (v.19).
A.    Porque ele tem toda autoridade (Exousia - poder de escolher e liberdade de fazer o que se quer) no céu e na terra Ele diz: “Portanto” (no grego oun), quer dizer: sendo assim ou por esta razão:
B.    “Vão” (do grego peroumai) dá a ideia de persistir na caminhada, seguir alguém, ordenar a própria vida. Isto é, organizar a vida pelo evangelho e segui-lo com persistência.
a.    O “Ide” de Jesus tem o sentido de continuar no caminho com Ele e organizar a nossa vida de acordo com esse caminho, perseverando continuamente e não parando jamais.
C.    A pergunta a ser feita é: “Eu continuo guiando a minha pelo Caminho?”. “Permaneço firme nele ou parei em algum momento?”.
D.    O Ide de Jesus tem muito mais a ver com viver o evangelho onde estivermos e por onde formos do que simplesmente nos deslocar para algum lugar a fim de pregar.
E.    Desta forma corrigimos um erro muito comum que é o de pensar que somente são missionários aqueles que saem de sua terra natal para outros lugares a fim de pregar o evangelho. Partindo dessa premissa de Jesus, todos os crentes são missionários.


II – PELA AUTORIDADE DE JESUS OS FIÉIS FAZEM DISCÍPULOS (v.19, 20a).
A.    A palavra “discípulo” é traduzida de diversas palavras no AT que podem nos ajudar a entender melhor as implicações do discipulado.
a.    Ben – filho, membro de um grupo, ordem ou classe (2Re 2.3,5,7,15; 4.1,38; 5.22; 6.1;9.1).
b.    Talmiyd – estudante, discípulo (1Cr 25.8).
c.    Limmuwd – ensinado, instruído, discipulado (Is 8.6).
B.    No NT a expressão “façam discípulos” vem do grego Matheteuo. Discípulo (mathetes) é aquele que aprende pelo ensino e exemplo do mestre e pelo esforço pessoal.
C.    Sendo assim, fazer discípulos significa andar com a pessoa a ponto ensinar a ela por meio de nossas palavras e exemplos, e também, dar a ela a oportunidade de colocar em prática aquilo que está aprendendo.
D.    Nossa tarefa como discipuladores é ensinar (v.20 – didasko – dar instrução, doutrinar) o evangelho para que possam guardar (v.20 – tereo – observar, experimentar) tudo aquilo que aprendemos de Jesus.
E.    “de todas as nações” (do grego Ethnos). Todos os ajuntamentos de pessoas, toda família humana.
F.    Batizando-os em nome da Trindade e lhes ensinando a atender cuidadosamente às ordenanças do Senhor.
G.    Somente podemos fazer discípulos porque Jesus tem toda a autoridade no céu e na terra e nós fomos enviados por ele com a liberdade de usar o seu nome para realizar essa obra.

III – PELA AUTORIDADE DE JESUS OS FIÉIS PODEM DESCANSAR PORQUE SABEM QUE NÃO ESTÃO SÓS (v. 20).
F.    Porque ele está conosco e não vai nos deixar até que a missão seja cumprida e ele venha nos buscar para si.
G.    Imagine a cena de você indo buscar algo na casa de alguém e então lhe perguntam: “quem te mandou?” e você diz o nome do dono da casa, mas não creem em você. Então você vai embora e volta depois com o dono da casa e diz: “eu vim buscar aquilo que havia lhe dito e trouxe comigo aquele que me mandou fazer isso, você o conhece?”.
H.    É isto que o salvador Jesus está nos ensinando. Ele nos deu autoridade para fazer o que nos ordenou e ainda está conosco para respaldar nossa palavra. Aleluia!
I.     Portanto, faça a obra de evangelização e discipulado com ousadia, pois você não está só.

Conclusão: 
Se nós realmente cremos que Jesus é o possuidor de toda autoridade no céu e na terra, então vamos nos submeter a essa autoridade e cumprir suas ordens com ousadia, pois ele nos deu o seu nome e garantiu a sua presença.