sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

As Cinco Linguagens do Amor



Todos poderíamos citar algo que gostaríamos de ver mudado em nosso cônjuge. Entretanto, quase todos buscamos obter essas mudanças por meio de cobranças ou críticas. Mas esse método, como já sabemos, não funciona.
Então o que fazer? É o que o breve estudo que se segue propõe explicar a fim de te ajudar analisando as Cinco Linguagens Universais do Amor.
Que o Altíssimo nos abençoe.
1. Primeira Linguagem do Amor: Palavras de afirmação.
*Algumas pessoas se sentem amadas quando ouvem palavras de afirmação.
Focalizar aspectos positivos e expressar apreciação pelas qualidades do cônjuge são atitudes que costumam motivá-lo a aprimorar seu comportamento.
Frases como:
Você está linda nesse vestido.
Obrigado por levar o lixo.
Quero que saiba que você é muito importante para mim.
Podem revolucionar seu casamento.
As palavras de afirmação podem focalizar:
A personalidade do cônjuge:       
"É tão bom chegar em casa e te ver animada e feliz por eu estar de volta. Isso é muito importante para mim".
"É incrivel seu jeito de lidar com os problemas. Você facilita muito a minha vida com as soluções que encontra".

Rute 1,15,16
As características físicas:
"Seu cabelo está lindo!"
"Gosto do brilho nos seus olhos".
"Como você é forte!"
2. Segunda Linguagem do Amor: Presentes.      
Não existe uma cultura no mundo em que presentear não seja uma expressão de amor.
Presentes são provas físicas e visíveis de consideração e carinho.
1Sm 18.1-5
3. Terceira Linguagem do Amor: Atos de Serviço.
Um gesto vale mais que mil palavras.
Fazer algo para seu cônjuge é uma expressão de profundo amor.
4. Quarta Linguagem do Amor: Tempo de Qualidade.
Dedicar tempo de qualidade não é apenas estar no mesmo cômodo ou na mesma casa.
É dedicar total atenção ao cônjuge.
É sentar no sofá e conversar, fazer uma caminhada juntos, sair para comer, olhar nos olhos, dialogar.
Fale sobre acontecimentos do dia, sobre as preocupações do cônjuge, planos para o futuro, etc.
5. Quinta Linguagem do Amor: Toque físico.
Bebês tocados com afeto são emocionalmente mais saudáveis do que os que não são.
O mesmo se aplica aos adultos.
Um abraço, um gesto de carinho, um toque no rosto, um beijo de mais de dez segundos, um beijo ao sair e ao chegar, etc. Todas essas coisas são manifestações físicas importantes de amor. 

Palestra para casais extraída do livro As Cinco Linguagens do Amor, de Gary Chapman, pela Editora Mundo Cristão.

--
Quem desiste de aprender perde a capacidade de ensinar.
                                                                   Ioséias C. Teixeira