domingo, 6 de outubro de 2013

A Igreja que adora a deus sabe o que canta e ouve



Leitura Bíblica Congregacional
referência bíblica (salmo 101.1-4)
1.Cantarei a lealdade e a justiça. A ti, Senhor, cantarei louvores!
2.Seguirei o caminho da integridade; quando virás ao meu encontro? Em minha casa viverei de coração íntegro.
3.Repudiarei todo mal. Odeio a conduta dos infiéis; jamais me dominará!
4.Longe estou dos perversos de coração; não quero envolver-me com o mal.

Introdução
Oliver Sacks, neurologista declara:
De todos os animais, o homem é o único dotado de ritmo, capaz de responder à música com movimentos.
É também o único a apresentar um cérebro adaptado para compreender complexas estruturas musicais e ainda se emocionar com elas. Músicos apresentam alterações em regiões cerebrais jamais vistas em outros profissionais. Para o neurologista britânico Oliver Sacks, a musicalidade é tão primordial à espécie quanto a linguagem e entender a relação entre música e cérebro é crucial para a compreensão do homem.
Em seu mais novo livro, “Alucinações musicais” (Editora Companhia das Letras), o especialista relata casos de pessoas que reagem à música de formas incomuns. Há os que simplesmente não conseguem ouvi-la. E há os que a ouvem o tempo todo, mesmo quando nenhuma melodia está tocando.
Há gente que passou a ouvir os sons de forma diferente após ser submetido a uma cirurgia cerebral. E mesmo os que desenvolveram um incomum talento musical. Nesta entrevista, Sacks conta que há um vasto caminho ainda a percorrer para que se possa entender completamente esses fenômenos. Mas uma coisa, diz, é fato: “A música se apossou de muitas partes do cérebro humano.”
(fonte: http://blogdofavre.ig.com.br/2007/09/musica-domina-o-cerebro-humano-diz-neurologista/)


Elucidação Textual
“Esse Salmo davídico expressa os compromissos do rei mediador (Davi) com seu Rei eterno (o Senhor) em relação: 1) à sua vida pessoal e 2) à vida dos que habitam no reino.” (John MacArthur).

VERDADE TEOLÓGICA
A vida dos santos de Deus deve ser dedicada ao louvor do nome do Eterno.
Ioséias Carvalho Teixeira

sentença interrogativa
Por que razão os santos devem dedicar suas vidas ao louvor do Senhor?

sentença de transição
Os santos devem dedicar-se somente ao louvor do Senhor por ao menos três razões fundamentais.

I – PORQUE AOS SANTOS FICA BEM LOUVÁ-LO (SALMO 33.1-4).
1.   O próprio mundo espera ouvir louvores a Deus na boca dos santos
a.    Cantem de alegria ao Senhor, vocês que são justos; aos que são retos fica bem louvá-lo.
Louvem o Senhor com harpa; ofereçam-lhe música com lira de dez cordas.
Cantem-lhe uma nova canção; toquem com habilidade ao aclamá-lo.
Pois a palavra do Senhor é verdadeira; ele é fiel em tudo o que faz.
2.   Porque quando curtimos e cantamos as letras mundanas nossos amigos não nos veem como pessoas diferentes e não sentem necessidade nenhuma de mudar a sua vida e conduta.
3.   Porque as letras das músicas mundanas têm letras que em nada glorificam ao Senhor de nossas vidas, e até mesmo que denigrem a fé, atacam os bons costumes ou menosprezam a criação de Deus.

II – PORQUE SOMENTE O SENHOR É DIGNO DO NOSSO LOUVOR.
1.   Escritura nos ensina a cantar somente ao nosso Deus:
a.    Pois o Senhor é grande e muitíssimo digno de louvor; ele deve ser mais temido que todos os deuses. 1 Crônicas 16:25
b.    E cantavam em alta voz: "Digno é o Cordeiro que foi morto de receber poder, riqueza, sabedoria, força, honra, glória e louvor! " Apocalipse 5:12.
c.    Grande é o Senhor, e digno de todo louvor na cidade do nosso Deus. Salmos 48:1.
2.   As músicas mundanas de hoje não glorificam a Deus, mas, ao contrário deturpam os ensinos bíblicos de santidade, pureza, humildade e verdade.

III – PORQUE AQUILO QUE CANTAMOS IRÁ INUNDAR NOSSA MENTE E CORAÇÃO.
1.    Cantamos ao Senhor com nosso entendimento e não por modismo:
a.         O mundo e muitos crentes cantam as músicas da moda e não pensam na letra do que estão cantando, mas mesmo assim sua forma de pensar é influenciada por aquilo que cantam.
b.         O cristão autêntico sabe o que canta, porque o faz com inteligência: Então, que farei? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento. 1 Coríntios 14:15
c.          O mercado “gospel” não está interessado em adorar a Deus com um louvor bíblico, mas em gravar músicas populares e que agradem a massa. O que importa é vender muito e produzir novas músicas continuamente para continuar vendendo para um público cada vez maior de ávidos consumidores.
d.         Usa-se o argumento de que devemos sempre cantar um novo cântico ao Senhor, pois a Bíblia assim ensina. Contudo, não podemos nos esquecer que os mesmos Salmos que ensinam essa verdade são cantados até hoje em Israel, porque músicas bíblicas, assim como a palavra Bíblica, não envelhecem, ao passo que as músicas do mercado gospel são gravadas hoje, fazem um enorme sucesso, mas seis meses depois as pessoas já as consideram velha e muitos nem se lembram mais delas.

Conclusão: 
A música tem o poder de formatar nosso comportamento e maneira de pensar. Se cantarmos e ouvirmos músicas ao Senhor teremos nossa mente e sentimentos formatados pelo amor e temor do Senhor. Se cantarmos e ouvirmos músicas humanistas ou até mesmo satanistas teremos nossa mente e sentimentos formatados pelo humanismo ou satanismo.
A escolha acerca de quem vai formatar sua forma de pensar e sentir é sua e você responderá por tal escolha. Decida-se e tome uma postura hoje.