quarta-feira, 3 de abril de 2013

Entre o ouvir e o praticar

"O meu povo vem a você, como costuma fazer, e se assenta diante de você para ouvir as suas palavras, mas não as põe em prática. Com a boca eles expressam devoção, mas o coração deles está ávido de ganhos injustos".
Ezequiel 33:31

Este alerta de Deus para Ezequiel aconteceu há cerca de 2500 anos e é tão atual quanto o jornal de amanhã.
Temos vivido dias de igrejas lotadas no nosso país, mas a violência, a corrupção, a infidelidade conjugal, a intolerância e tantas outras formas de agressão física, moral e/ou emocional continuam sendo praticadas. E pior, numa escala cada vez mais alarmante. As cadeias continuam lotadas, os escâdalos nos níveis de poder são cada vez maiores e vergonhosos, e por aí vai.
Quantos dos frequentadores dos cultos nas diversas confissões cristãs estão pondo em prática aquilo que ouvem acerca do evangelho? E quantos dos que pregam estão pregando realmente o evangelho e não técnicas humanistas de autoajuda ou o falso "evangelho" triunfalista, que não incuti em ninguém o caráter de Cristo, mas uma busca desenfreada pelo sucesso, poder e dinheiro?
Somos um povo religioso, mas nossa formação religiosa cristã não está surtindo efeito no caráter de grande parte do nosso povo, ou grande parte de nossos formadores religiosos é quem têm transmitido um caráter deturpado ao nosso povo, manipulando e torcendo o genuíno evangelho de Cristo Jesus, nosso Senhor.
Bem, seja qual for o diagnóstico, e me parece que é um misto das duas circunstâncias citadas acima, aqueles que amam ao Senhor Jesus Cristo devem procurar homens com conhecimento de Deus, da Escritura e de teologia, eque sejam sinceros, que se conheça a sua vida e conduta, e ouvi-los pregar para poder praticar o evangelho. Afinal, como disse Jerry Bridges: "Nenhum de nós se torna espiritualmente autossuficiente ao ponto de não necessitar ouvir a Palavra ensinada por outros.".
Como não podemos responder pelos outros, mas apenas por nós mesmos, resta-nos a certeza de que, como pregadores, estamos sendo fiéis no anunciar o evangelho, e também, como frequentadores de cultos, estamos sendo fiéis em buscar os verdadeiros profetas do evangelho (que sua vida e conduta sejam conhecidas e exemplares) e em praticar esse evangelho verdadeiro.
Que peso dessa palavra de Ezequiel 33.31 não esteja sobre a minha ou a sua vida.
Deus te abençoe.