quarta-feira, 20 de março de 2013

Minha Leituras Devocionais - Salmo 2

As nações se rebelam e tramam em vão contra o Senhor (v.1). Elas fazem isso porque os seus poderosos e influenciadores são os primeiros a conspirarem contra o Altíssimo, querendo deixá-lo porque julgam que a Sua vontade os aprisiona e limita (vv.2,3). O Senhor ri da petulância e ignorância de tais pessoas (v.4) e os repreende com ira e furor deixando claro que nada pode impedi-lo de estabelecer o Seu Rei (Jesus) em Jerusalém (vv.5,6). O salmista se propõe a proclamar o decreto de Deus de que o Seu filho receberá as nações por herança e governa-las-á com poder e autoridade (vv.7-9). Por isso, é recomendado aos governantes que sejam prudentes e se rendam ao Senhor em adoração e exultem com temor, pois aqueles que rejeitarem o Filho sofrerão a destruição, enquanto os que nele se refugiam são felizes.