sábado, 29 de dezembro de 2012

A imagem de Deus em nós

Texto: Gênesis 1.26 Introdução: Recentemente fui muito impactado por uma palavra do pastor Ariovaldo Ramos acerca da imagem de Deus em nós e suas implicações práticas em nossa vida cristã. A partir de então comecei a refletir sobre esse tema. Essa mensagem é fruto de reflexão com base em um ensino recebido. Não se trata de cópia daquilo que o Ari compartilhou conosco, mas também não é um trabalho original, mas uma síntese de ambos. Espero que este esboço possa ser uma benção para a sua vida e possa te ajudar na compreensão da imagem de Deus em nós. Afirmação teológica: A Imagem de Deus em nós é o reflexo da Sua natureza trina. Sentença de transição: o que é a natureza de Deus refletida em nós mediante Sua imagem e semelhança? 1. A imagem de Deus em nós deriva da natureza divina. A) A natureza divina não se fundamenta na inteligência ou racionalidade. - os anjos também são racionais e inteligentes, mas não possuem a imagem de Deus. B) A natureza divina se fundamenta na Trindade - Deus é três pessoas que existem eternamente em perfeita comunhão e harmonia amorosa, pois "Deus é amor" (1Jo 4.8). C) As três pessoas são o Senhor Yavé, assim como seu espírito, alma e corpo são uma única pessoa; você! (1Ts 5.23). D) A incapacidade de amar que vemos hoje é consequência da "fissura" da imagem de Deus ocasionada pelo pecado e do afastamento cada vez maior do Deus de amor. Sentença de transição: então, em que implica essa imagem de Deus em nós? 2. A imagem de Deus em nós é a capacidade de viver em comunhão e amor. A) A família da Trindade é uma só: Deus todo poderoso. B) A família que Deus fez também era uma só: Adão (Gn 5.2). - O Senhor chamava o casal de Adão, e não apenas o homem, pois via em ambos "uma só carne" (Gn 2.24). C) A família que Deus criou teve a Sua imagem "trincou" na queda. Foi só então que o homem deu nome à mulher (Gn 3.20). Sentença de transição: uma vez que a imagem de Deus foi "trincada" na queda, qual a solução? 3. A família que Deus criou teve sua imagem resgata em Jesus. A) A obra de Jesus veio resgatar a imagem de Deus em nós por meio de termos Cristo formado em nós (Gl 4.19). B) O que nos identifica como discípulos de Jesus e filhos de Deus é o fato de amarmos incondicionalmente (Jo 13.35; 1Jo 4.7-12). - Portanto, se temos dificuldade de amar, perdoar e/ou aceitar, ou a facilidade de julgar e falar pelas costas das pessoas, é porque Cristo ainda não foi plenamente formado em nós. C) Amar é um verbo, portanto é uma ação e não um sentimento verbalizado apenas (1Jo 3.18). * Dizemos que amamos as almas perdidas. Mas quanto de dinheiro, tempo e oração dedicamos a elas? * Dizemos que amamos uns aos outros. Mas quanto dinheiro, tempo e oração dedicamos dedicamos uns aos outros? Conclusão: A imagem de Deus em nós é expressa, não pela racionalidade ou capacidade cognitiva, mas pela capacidade de amar e viver em comunhão assim como a Trindade Santa. Cabe então, a cada um de nós, fazer uma introspecção e avaliar até que ponto a imagem de Deus foi restaurada em nós por meio da obra de Jesus na Cruz e pela operação santificadora do Espírito Santo em nossas vidas.