quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Escatologia - As Setenta Semanas

As Setenta Semanas de Daniel




Elementos da Profecia

Ver Daniel 9:24. O Profeta decretou 70 semanas (para serem calculadas em anos, um dia representando um ano) para cumprir um período crítico na história de Israel. Os elementos a serem alcançados:

1- Acabar com a transgressão através da missão do Messias

2- Pôr fim aos pecados

3- Efetuar a reconciliação

4- Trazer a retidão eterna

5- Selar a visão profética

6- Ungir o mais Santo, o Messias.

De modo geral , estes intérpretes seguem as idéias da interpretação tradicional. Mas eles fazem um grande parêntese entre as semanas 69 e 70, preservando a última semana para depois do arrebatamento da igreja. Esta semana será (segundo a idéias deles), o tempo do poder do anticristo.


Este último método de interpretação será analisado mais detalhadamente neste estudo, tendo em vista ser o mais aceito entre os cristãos atualmente.



A conversão de Israel

Estudando as setenta semanas de Daniel teremos um quadro geral sobre Israel, sua rejeição ao Messias, sua dispersão e reconciliação final ao aceitarem o Messias.



1- Daniel lê a Bíblia (Dn 9:2). O povo judeu se encontrava cativo na Babilônia.

a) Quando lia o livro do Profeta Jeremias, Daniel encontrou a passagem que diz a respeito da promessa de Deus em restaurar Israel (Jr 25:11-13)

b) Buscou a Deus em jejum e oração para entender a revelação desta palavra (Dn 9:2-19)

c) Deus enviou o anjo Gabriel para declarar a interpretação deste mistério (Dn 9:21,22)

d) Deus ouviu a oração de Daniel. “És mui amado” (9:23).



2- A Explicação das Semanas

a) Setenta Semanas estão determinadas sobre o teu povo e sobre a cidade santa (Dn 9:24a)

b) Estas semanas eram de anos (Lv 25:8; Nm 2:5; Ez 4:6)

c) Setenta semanas somam 490 anos



3- Durante estes 490 anos sucederiam 06 coisas:

a) Extinguir a transgressão

b) Dar fim aos pecados

c) Expiar a iniquidade

d) Trazer a justiça eterna

e) Selar a visão e profecia

f) Ungir o santo dos santos



Tem-se passado mais de 2500 anos e ainda não se cumpriram estas coisas. Por quê?



4- Explicação deste Mistério

a) Com a morte de Cristo, Deus colocou um intervalo na história

b) As 70 semanas são concernentes ao povo de Israel

c) Deus não revelou o período da Igreja aos profetas

d) Este é o período de graça que breve se findará (Rm 11:31)

e) Por isso há um intervalo entre a 69ª semana e a 70ª semana que só Deus sabe o tempo de sua duração (Rm 11:11,25)

f) Este intervalo se encerrará com o Arrebatamento da Igreja (Rm 11; II Ts 2:7; I Ts 4:16,17)



5- a divisão das Setenta Semanas (Dn 9:25-27)

a) Desde a saída da ordem ... 07 semanas (49 anos – 445a.C.)

• este período iniciou-se no reinado de Artaxerxes (Nm 2)

• a reconstrução levou aproximadamente 49 anos

b) Até o Messias o Príncipe 62 semanas somam 434 anos

• 07 semanas mais 62 semanas somam 483 anos

• até o Messias (ano 33 A.D.)

• ao ser tirado o Messias Deus colocou um intervalo na história (a época da Igreja) que não foi revelada aos profetas.



6- A última semana de Daniel (Dn 9:27)

a) Este é o período que ocorrerá imediatamente após o Arrebatamento da Igreja. Festa de anos é o período chamado : “A Grande Tribulação”

b) No versículo 27 notamos cinco coisas que acontecerão na última semana de anos, ou seja, os sete anos do reinado do anticristo, “no tempo do fim”

• Ele, o príncipe do versículo 26, fará uma aliança com os judeus por 07 anos;

• A aliança será quebrada na metade da semana. Isto é, após três anos e meio (Ap 11:2,3,9; 12:6,14; 13:5)

• A grande tribulação será terrível, principalmente para o povo judaico. “Sobre as asas da abominação virá o assolador”(Mt 24:15-22)

• Anticristo, dominará... até a consumação (Ap 6:2; 16:17)

• “E o que está determinado será derramado sobre o assolador”. Cristo aparecerá para destruir o anticristo e livrar o povo judeu que o receberá como Messias.



7- A Conversão de Israel (Rm 11:26)

a) Após Ter rejeitado o Messias Israel foi disperso pela face da Terra

b) Mas Deus havia prometido que os traria de volta à sua terra (Is 27:6)

c) A visão de Ezequiel cumpre-se literalmente em nossos dias (Ez 37)