terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Cinco mulheres. Uma história da graça divina.

Texto: Mateus 1.1-6,16.

Introdução: Este texto do evangelho de Mateus é intrigante, pois trás o nome de quatro mulheres e faz menção de uma outra por referência a seu marido em uma genealogia, algo incomum para os judeus daquela época que mencionavam apenas os homens nesses documentos. Mas, por que então essas mulheres são citadas? O que o evangelista tinha o propósito de salientar? É sobre isso que iremos refletir nesta mensagem.

I - Que mulheres eram essas?

Tamar (3). Estrangeira e mulher de moral duvidosa (ver Gn 38).
Raabe (5). Estrangeira também e originalmente prostituta (ver Js 2.1; Hb 11.31).
Rute (5). Moabita, um povo que nasceu de uma relação incestuosa entre Ló e sua filha mais velha (ver Gn 19.37).
Aquela que foi mulher de Urias (6), isto é, Bate-Seba (ver 2Sm 12.10-24). O fato que o texto a descreve nesta maneira sugere uma recordação intencional da sua relação ilícita com Davi.
Maria (16). Uma jovem simples, esposa de um carpinteiro belemita que vivia na cidade de Nazaré, região da Galiléia. Mas, a despeito de toda sua simplicidade e pobreza foi escolhida pelo Senhor para ser a mãe do Messias.

II – Por que foram citadas na genealogia?

1. Não porque eram belas, nem por serem ricas ou exemplos de bom comportamento.
2. Tamar – Porque onde “o pecado abundou, superabundou a graça” de Deus (Rm 5.20). Não há pecado que o sangue de Jesus não possa perdoar (I Jo 1.7).
3. Raabe – Porque teve fé no Senhor e protegeu os espias judeus (Hb 11.31).
4. Rute – Porque “Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são” (I Co 1.28).
5. Bate-Seba – Porque “as misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim” (Lm 3.22).
6. Maria – Porque “Depôs dos tronos os poderosos, e elevou os humildes” (Lc 1.52).

III – As lições aprendidas com essas mulheres?

Tamar - O sangue de Jesus nos purifica de todo pecado (I Jo 1.7).
Raabe - Sem fé é impossível agradar a Deus (Hb 11.6).
Rute – Não importa de que meio você veio hoje você faz parte da família de Deus (Ef 2.19).
Bate-Seba – Não permita que o seu passado reja a sua vida. “As coisas velhas já se passaram; eis que tudo se fez novo” (II Co 5.17).
Maria - “Humilhai-vos pois debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte” (I Pe 5.6).

Conclusão:
Deus teve um motivo especial para registrar os nomes dessas mulheres na Escritura, e num lugar pouco comum. Ele queria chamar a nossa atenção para a sua maravilhosa graça, que se revela sempre suprindo as nossas carências e perdoando os nossos pecados.