sábado, 21 de outubro de 2017

CARACTERÍSTICAS DE UM HOMEM DE HONRA.

Texto: 2 Reis 5.1-19

INTRODUÇÃO:
Naamã tinha muitas honras por ser um guerreiro valente e que havia dado muitas vitórias ao seu povo. Isso fez dele um homem admirado inclusive pelo seu rei. Porém este herói fora acometido com uma lepra que lhe trazia sofrimento e dor.
Mas, uma jovem cativa com um coração amoroso não retribuiu mal por mal e avisou à esposa de Naamã que Deus poderia curá-lo através do seu servo. A esposa de Naamã contou isso ao seu marido e ele fez tudo o que estava ao seu alcance para obter a cura tão desejada.
Esta história tem princípios bíblicos valiosos que podemos aplicar a nós hoje e, no tema e no texto que me foram propostos, pretendo fazê-lo.
Que o Senhor nos abençoe.

1. Homens de honra sempre têm um porém...
    a. Honra é boa reputação, distinção, privilégio, homenagem dada a alguém pelas suas boas qualidades ou talentos.
     b. “Porém leproso”. Essa expressão coloca Naamã em pé de igualdade com todos os homens.
Todos temos algo em nossa natureza que enfeia o nosso caráter, que nos mancha e que temos profunda vergonha de mencionar - Rom 3:23: "pois todos pecaram e carecem da glória de Deus,".

2. Homens de honra reconhecem suas limitações e buscam superá-las com quem pode ajudá-los.
     a. Todo homem sábio quer ser sarado e busca todos os meios legítimos para isso.
     b. O guerreiro valente, Naamã, ouviu uma jovem que lhe deu esperanças de se ver livre da sua lepra e utilizou os recursos que possuía para buscar a sua restauração.
          *Foi ao rei e pediu apoio - v. 4.
          *Investiu recursos - 350 kg de prata, 72 kg de ouro e 10 peças de roupas finas e caras para honrar aquele que o abençoasse. (v. 5).
      c. O desespero do rei de Samaria deixou claro para Naamã que ele não podia lhe dar ajuda - (v. 6,7). Mas Eliseu, o servo de Deus que podia ajudar, mandou Naamã ir ter com ele para que se provasse diante dos Sírios que havia profeta em Israel (v. 8).

3. Homens de honra têm amigos sábios que o ajudam a obedecer, reforçando a Palavra de Deus para eles.
     a. Naamã foi à  casa de Eliseu com toda pompa social que possuía e esperava ser recebido por Eliseu e que esse se dobrasse diante dele e lhe fizesse um sinal milagroso (v.9).
     b. O Senhor, porém, estava ensinando a Naamã que ele era um doente precisando de ajuda e não um superior que exige serviços.
     c. Muitos ainda hoje se encontram como Naamã. Pensam que pelo valor do seu dízimo, pelo seu cargo eclesiástico, sua posição social, podem se impor aos outros e até mesmo a Deus esperando que as suas expectativas sejam atendidas.
     d. Naamã se sentiu ofendido com Eliseu não o haver recebido e por mandar que ele se lavasse no Jordão, então decidiu ir embora (v.10-12).
     e. Mas seus servos, homens (amigos) fiéis o fizeram refletir sobre a tolice de sua atitude e ele decidiu obedecer e acabou plenamente curado pelo Deus todo poderoso (v. 13,14).
     f. Por decidir obedecer Naamã experimentou o milagre e recebeu a salvação, pois se converteu ao Eterno Deus (v.15-19).

CONCLUSÃO
Reflexão pessoal:
Meu irmão e amigo, você tem consciência do seu “porém”?
Está desejoso de ser sarado por Deus?
Está decidido em investir tempo e recursos para se ver plenamente restaurado?
Então:
Decida andar com pessoas que te ajudam a pensar e ouça-as.
Escolha sempre obedecer a palavra de Deus na boca do seu profeta, mas antes certifique - se de que é um profeta de Deus e não alguém desesperado por comodidade. Os “reis” estão sempre prontos para receber os teus recursos, mas não para te ajudar com o teu problema.
Profetas não estão interessados no que você pode lhes dar, mas em que você obedeça a Deus.

domingo, 11 de junho de 2017

O QUE SIGNIFICA SER DISCÍPULO DE JESUS

TEXTO: LUCAS 9.16-27.
TEMA: O DISCIPULADO CRISTÃO IMPLICA EM SABER QUEM É JESUS, SE DISPOR A SEGUIR SEUS PASSOS, IMITANDO-O, E JAMAIS SE ENVERGONHAR DELE POR CAUSA

INTRODUÇÃO:
       O termo “discipulado” aparece no Novo Testamento 269 enquanto a palavra “cristão” ocorre apenas 3 vezes. O NT é um livro sobre discípulos, escrito por discípulos e destinado a discípulos.
        O grande desafio da igreja hoje é que os cristãos decidam ser discípulos de Jesus.
        Nesta mensagem vamos meditar um pouquinho sobre o que significa ser discípulo de Jesus. Para isso vamos refletir no texto de Lucas 9.18-26, onde Jesus ensina sobre o discipulado e extrair dali três condições fundamentais para o discipulado verdadeiro.

SABER QUEM É JESUS.
Os homens têm várias opiniões sobre Jesus.
Alguns dizem que ele foi um grande mestre. - Como Nico demos em João 3.2.
Outros dizem que ele é mais um importante profeta. - Como a samaritana em João 4.19.
E ainda há quem diga que ele foi um embuste, um mito criado pelos seus discípulos. Como os fariseus em Mateus 26.64.67 e 28.11-15.
Mas os seus discípulos sabem que Ele é o Cristo, Filho do Deus vivo! Portanto, Deus Filho Todo Poderoso.
“enquanto aguardamos a bendita esperança: a gloriosa manifestação de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo”.
Tito 2:13 NVI

SEGUIR OS PASSOS DE JESUS.
Tomar a cruz implica em se colocar numa situação de humilhação e morte.
Tomar a cruz era carrega - la até o lugar da execução,  passando por uma multidão que gritava palavras de zombaria.
Os discípulos de Jesus devem promover a morte do eu diariamente para que a vida de Cristo se revele neles. - “Pois, se vocês viverem de acordo com a carne, morrerão; mas, se pelo Espírito fizerem morrer os atos do corpo, viverão”
Romanos 13.8
Os discípulos de Jesus devem estar prontos para encarar um literal escárnio pelas ruas e até mesmo um eventual martírio por amor ao seu Senhor.

NÃO SE ENVERGONHAR DE JESUS, O MESSIAS.
Os discípulos não têm vergonha de passar por situações humilhantes por amor a Jesus. - “Todavia, não me importo, nem considero a minha vida de valor algum para mim mesmo, se tão somente puder terminar a corrida e completar o ministério que o Senhor Jesus me confiou, de testemunhar do evangelho da graça de Deus”.
Atos 20:24
Se envergonhar de Jesus implica em não ter coragem em assumir sua fé diante dos homens por medo de ser ridicularizado.
Quem se envergonhar de Jesus receberá vergonha de volta,  pois Jesus se envergonha de covardes que se dizem seus discípulos.

CONCLUSÃO:
        Aqueles que ouviram o chamado de Jesus e decidiram segui-lo como discípulos precisam estar convictos de que Jesus é o seu Deus, de que ele é Todo Poderoso e de que não falhará em sua promessa de voltar para nós buscar.
        Essa certeza de fé é necessária porque o discípulo aprende do seu mestre e segue o seu exemplo de vida em todas as coisas. Porquanto, o discípulo de Jesus entende que assim como o seu Mestre ele vai passar por escárnios e açoites em razão da verdade que defende. Ele decide morrer diariamente para si mesmo e viver a vida de Jesus para experimentar o poder da Sua ressurreição.
        O mestre nos ensinou que: “Quem me serve precisa seguir-me; e, onde estou, o meu servo também estará. Aquele que me serve, meu Pai o honrará”. João 12:26
        Você pode afirmar que é um discípulo de Jesus?